Sopa de 8 de agosto

Nesta semana temos uma novidade na Temporada de Sopas do Ora Bolas Food Lab: Elixir de Kneidlach. Essa deliciosa sopa de origem judaica tem como destaque o kneidlach, um bolinho de farinha de matzá (pão sem fermento), mas o caldo de frango em que ele vem banhado, famoso por suas propriedades mitológicas de cura, não pode ser considerado um coadjuvante – além de ser de um sabor e aroma quase indescritível, fruto de horas de cozimento. E, para finalizar bem, Casbá, nosso doce funcional.

Elixir de Kneidlach: caldo de frango caipira com kneidlach (bolinho de farinha de matzá) – R$ 20,00 – porção para duas pessoas (aproximadamente 500ml).

Casbá: trufas de tâmara, amêndoas e cacau com água de flor de laranjeira, raspas de laranja e canela, cobertas de cacau (sem açúcar, sem glúten e sem lactose) – R$ 20,00 – porção com 6 unidades / R$ 7 – porção com 2 unidades.

O pedido pode ser feito até segunda-feira ao meio-dia pelo WhatsApp (48 99127-0099), e-mail pedidos@orabolasfoodlab.com ou Facebook Messenger. A entrega ocorre na terça, das 12h às 13h, em frente à Escola Anabá. Para retirada em nossa residência, no final da tarde, favor consultar.

A sopa é entregue pronta para consumo, basta aquecê-la na hora de servir. Aceitamos pagamento em dinheiro e cartões de débito e crédito, de forma presencial ou via link de pagamento PagSeguro UOL.

 

Cardápio de 4 de agosto

O Ora Bolas Food Lab retoma a sua viagem pelo mundo dos sabores e aromas com uma revisita ao Marrocos, terra do emblemático tajine; a versão festiva, com carne de cordeiro e frutas secas, é a base de nosso instigante Pomar Marroquino. Mais ao oriente, temos a Mujadarah, prato muito popular em todo o mundo árabe que nos inspirou a fazer deliciosas bolinhas de um arroz perfumado recheadas de cebola crocante, a novidade dessa semana. Para finalizar, Bola 8, a já conhecida trufa de chocolate meio amargo.
Além dos três itens do Cardápio da Semana, você pode também reservar o primeiro item fixo do nosso cardápio, a trufa de tâmaras com cacau, canela e água de flor de laranjeira, também muito comum no Marrocos e outros países do norte africano.

Pomar Marroquino: almôndegas de cordeiro envoltas em suave molho agridoce de frutas secas e especiarias; ideal para ser servido no pão – R$ 45,00 – porção com 300g.;

Mujadarah: bolinhas de arroz Basmati e lentilha recheadas de cebola crocante; acompanha molho de iogurte e pepino – R$ 25,00 – porção com 250g.;

Bola 8: trufas de chocolate meio amargo nas versões laranja, café e pimenta – R$ 15 – porção com 6 unidades (indicar sabor – pode ser apenas um deles, ou dois ou três).

Casbá: trufas de tâmara, amêndoas e cacau com água de flor de laranjeira, raspas de laranja e canela, cobertas de cacau (sem açúcar, sem glúten e sem lactose) – R$ 20,00 – porção com 6 unidades.

Os bolinhos são entregues prontos para consumo, basta aquecê-los na hora de servir. Cada porção é suficiente para duas pessoas petiscarem. Em geral, as três opções juntas podem render uma refeição para duas pessoas.

Sobre as formas de pedido: você pode pedir pelo WhatsApp (48 99127-0099), e-mail pedidos@orabolasfoodlab.com e Facebook Messenger.

Lembramos que o pedido deve ser feito até terça à noite, e ao fazê-lo deve ser indicada a quantidade de porções e a forma de entrega – ponto de retirada ou delivery.

Bom apetite!

Casbá

Trufas de tâmara, amêndoas e cacau com água de flor de laranjeira, raspas de laranja e canela, cobertas de cacau

Trufas de tâmara, amêndoas e cacau com água de flor de laranjeira, raspas de laranja e canela, cobertas de cacau

Casbás são pequenas cidades muradas encontradas por todo o norte da África. Suas altas muralhas protegiam a população berbere de invasões e ataques, das temidas tempestades de areia e do frio intenso das noites do Saara, quando a temperatura pode cair abaixo de zero. Geralmente com plantas quadradas e torres nos cantos, eram erguidas em adobe (tijolos de terra crua e palha), o que ajudava a garantir conforto térmico no interior das casas. No passado, muitas delas faziam parte da rota das caravanas que cruzavam o deserto. Hoje, algumas são consideradas Patrimônio Mundial pela Unesco, como a Casbá de Argel, na Argélia, construída no século 4; a de Aït-Ben-Haddou, no Marrocos, do século 8; e a de Sousse, na Tunísia, do século 9 – países da região conhecida como Magrebe.

Casbá

Casbá de Aït Benhaddou, no Marrocos. Foto: China_Crisis, wikicommons

Uma das mercadorias levadas pelas caravanas da época eram as tâmaras, frutos de uma palmeira típica dos oásis do Saara. Até hoje é uma das principais fontes de sustento de muitas famílias, que se dedicam inteiras à atividade. Na época da colheita, crianças e mulheres ajudam os homens a separar as melhores tâmaras, que depois são levadas aos mercados no lombo de animais. Além do valor como mercadoria, a tâmara é um importante item de alimentação desse povo, pois é muito energética – especialmente a seca – e é rica em magnésio, ferro e potássio (três vezes mais do que a banana).

Tâmara, Casbá

Uma tamareira carregada. Foto: Seweryn Olkowicz, wikicommons

As tâmaras são o ingrediente principal do recheio de um doce popular nos países do Magrebe, o makrout, um bolinho feito com semolina. Na Argélia, judeus costumam prepará-lo para celebrar o Rosh Hashana (ano novo); em Marrocos, é uma receita tradicional do Ramadã, ideal para repor a energia perdida durante o jejum muçulmano. Geralmente ela é misturada a amêndoas, mel e água de flor de laranjeira.

No Ora Bolas Food Lab, deixamos a massa de lado e utilizamos o recheio como ideia para uma trufa sem açúcar, sem leite e sem glúten. Retiramos o mel e adicionamos cacau e condimentos a esta mistura, que depois de moldada em bolinhas é coberta de mais cacau. Todos esses ingredientes ajudam a combater o estresse e a ansiedade, o nervosismo e a agitação. Este é o Casbá, nosso primeiro doce funcional!

Fontes: Wikipedia; Unesco; Globo Repórter; Marrocos.com;  www.lesjoyauxdesherazade.com; moroccotravelblog.com