Goa, um estado indiano bem familiar

Robbin, wikicommons

Praia de Colva, Goa. Imagem: Robbin, wikicommons

Goa é o menor estado da Índia em território, o quarto menor em população e o mais rico em PIB per capita. Cenário de praias paradisíacas e natureza exuberante – em especial na época das monções –, possui ainda uma rica arquitetura, com igrejas e conventos considerados patrimônio da humanidade pela Unesco. Mas espera, igrejas… conventos? Na Índia?

wikicommons

Capela de Santa Catarina, Goa Velha

Sim, assim como o Brasil, Goa foi colônia de Portugal por mais de 400 anos, tendo sido inclusive a capital do Estado Português na Índia, instaurado a partir de 1510. A língua oficial é o concani, mas até hoje existem pessoas, principalmente as mais velhas, que falam português por ali – afinal, o domínio português teve fim apenas em 1961, quando o exército indiano, recém independente do Império Britânico, derrotou as forças militares portuguesas e tomou de volta a região. Uma outra herança portuguesa, e da Inquisição: Goa é o único estado indiano onde existem cristãos, cerca de 25% da população. A maior parte, como no resto da Índia, é hindu.

Srividya. wikicommons

Cachoeira de Dudhsagar. Imagem: Srividya. wikicommons

Uma outra semelhança com o Brasil é um fato curioso: Goa é o único lugar na Índia onde existe Carnaval. As celebrações se resumem a desfiles de rua com carros enfeitados, que se revesam durante os quatro dias de festa nas principais cidades do estado, entre elas a capital Panjim, Mapusa, Margão e Vasco da Gama – todas no interior. É também no interior do estado, pouco procurado pelos turistas, que se pode entrar em contato com toda a exuberância da natureza local, com campos verdejantes e cachoeiras, sendo a mais conhecida a cachoeira de Dudhsagar.

As praias são muito frequentadas por turistas, tanto indianos quanto estrangeiros, com destaque para os russos. Muitos russos já possuem inclusive casas de veraneio no estado, e existem placas informativas em russo em quase todas as praias. São lugares muito parecidos com muitas praias do norte e nordeste do Brasil, com barracas que vendem frutos do mar e cadeiras para descansar. Com uma diferença: a companhia das vacas. Como em toda a Índia, é comum que as vacas passeiem por todos os lugares da cidade, inclusive nas praias, com direito a banho de mar e tudo.

Leia também:
Goa Noir: a trufa inspirada em Goa
Índia: vegetarianismo apimentado
Culinária indiana: boa para o corpo e para o paladar

Fontes: Wikipedia; 360meridianos.com; tudoindia.com.br