Noite Italiana! Ora Bolas

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Café do Museu – bistrô Antonieta, em parceria com o Ora Bolas Food Lab, promove na sexta, 20/9, a Noite Italiana! Ora Bolas, uma sequência de bolinhos salgados tipo “finger food”, almôndegas e doce também no formato de bolinha inspirados em pratos típicos italianos. A música da noite fica por conta mais uma vez da cantora Ana Carpes e de Gustavo Lopes com seu violão de sete cordas.
Os ingressos estão sendo vendidos antecipadamente ao preço promocional de R$40,00 até o dia 13/9 (crianças com 10 anos ou menos pagam meia entrada). De 14/9 a 18/9 o valor passa a R$50,00. A compra pode ser realizada diretamente no Café do Museu (rua Saldanha Marinho, 196 – Centro, Florianópolis – SC) ou pela internet, via link de pagamento PagSeguro emitido após preenchimento do formulário de reserva.

Confira o cardápio completo:
☆ Antipasti
‒ Cesta de pães de fermentação natural (italiano, ciabatta e grissini) com antepastos italianos “Fora da Bolinha” (linha de antepastos étnicos do Ora Bolas Food Lab)
Caponata – antepasto de berinjela, abobrinha, pimentões, cebola e uvas passas no azeite.
Sardela – pastinha de aliche, pimentão vermelho e azeite.

☆ Primi piatti
Parmigiana – bolinho de berinjela com parmesão recheado com tomate, mozzarella de búfala e manjericão, uma releitura da parmigiana di melanzane.
Palla Gialla – arancino (bolinho de risoto) que tem como base o risotto alla milanese (risoto de açafrão), recheado com uma bola inteira de mozzarella de búfala.

☆ Secondo piatto
Sophia Loren (Polpette al Ragù) – almôndegas italianas clássicas com ragu napolitano, saboroso molho de carnes com tomates cozido por mais de 10 horas em panela de barro, servidas no pão francês.

☆ Dolce
Don Corleone – releitura dos Cannoli, doce italiano imortalizado na trilogia “O Poderoso Chefão”, com massa de vinho Marsala, recheio de ricota e chocolate branco com raspas limão siciliano e coberto com chocolate meio amargo e pistache.

Ingressos limitados! Clique aqui para fazer a sua reserva!

Don Corleone

Don Corleone

Uma releitura dos Cannoli, doce italiano imortalizado na trilogia “O Poderoso Chefão”, com massa de vinho Marsala, recheio de ricota e chocolate branco com raspas limão siciliano e coberto com chocolate belga 70% cacau e pistache.

Ingredientes – Massa: farinha de trigo, açúcar, chocolate em pó 70% cacau, sal, pimenta jamaica, manteiga, ovo, vinho Marsala e Grappa. Recheio: chocolate branco, creme de leite fresco, açúcar, ricota fresca e raspas de limão siciliano. Cobertura: chocolate belga Callenbault 70% cacau, pistache e pimenta jamaica.

Saiba mais…

Não por acaso os cannoli têm um papel de destaque na franquia O Poderoso Chefão (The Godfather). Assim como a máfia, esse tradicional doce italiano tem origens na Sicília. Dessa região do sul da Itália saíram os migrantes que difundiram os cannoli e a máfia pelo mundo, especialmente nos Estados Unidos, a partir do final do século 19.

Mas os cannoli são muito mais antigos, é sobre eles provavelmente o primeiro registro sobre confeitaria. Ao advogado, político e filósofo romano Marco Túlio Cícero, questor (cargo de início na magistratura da Roma Antiga) na Sicília em 75 a.C., é creditada a citação: “tubus farinarius, dulcissimo, edulio ex lacte factus”, ou seja, “tubos de massa de farinha, muito doces, recheado com creme de leite”. Pelo formato, os cannoli eram historicamente feitos durante as festividades de carnaval, como um símbolo de fertilidade.

Para a família mafiosa Corleone, no entanto, eles tinham outro significado. No primeiro episódio da trilogia, o caporegime (terceiro na ordem de comando) Peter Clemenza é designado por Don Vito Corleone (o chefe da família, ou padrinho) para matar o traidor Paulie Gatto. Assim que a vingança é consumada, Clemenza orienta o assassino com uma das frases mais famosas do cinema: “leave the gun, take the cannoli”, ou seja, “deixe a arma, pegue os cannoli” – os doces eram um pedido de sua esposa. Já no terceiro episódio, Connie Corleone usa cannoli envenenados para eliminar Don Altobello, chefe da família Tattaglia, também por causa de uma traição.

Cannolo (no singular), que significa “pequeno tubo” em italiano, é uma sobremesa de massa doce frita em formato de tubo, recheada com creme de queijo ricota ou mascarpone, e que costuma levar baunilha, chocolate, pistache, frutas cristalizadas, vinho Marsala e limão siciliano em seu preparo. Mas cada família italiana tem sua receita, assim como os migrantes precisaram adaptar as suas aos ingredientes disponíveis em suas novas terras.

O Ora Bolas Food Lab procura manter uma proximidade com os ingredientes originais. A massa leva cacau, vinho Marsala e Grappa; o recheio tem uma base de ricota, chocolate branco e limão siciliano; e ganha uma cobertura de chocolate meio amargo e pistache. Mas, é claro, deixa de ser um pequeno tubo e é transformado em uma bolinha. Por isso foi rebatizado de Don Corleone.

Portanto, depois de um bom happy hour com bolinhos salgados e bebidas, deixem os copos e peguem os cannoli, ora bolas!

Fontes: Wikipédia; ANSA Brasil; ricette.giallozafferano.it; godfather.wikia.com; Kostioukovitch, Elena. Why Italians Love to Talk About Food. Google Books

Retornar ao Cardápio